CORONA VIRUS SETE LAGOAS

COVID-19: Sete Lagoas perde leitos de UTI e atinge 100% de ocupação

REDE PORTAIS - O PORTAL DO VETOR DO NORTE 20201216171859789542e COVID-19: Sete Lagoas perde leitos de UTI e atinge 100% de ocupação CORONA VIRUS SETE LAGOAS

Estado desativou metade dos leitos e, diante de um possível colapso, prefeito anunciou nesta quarta-feira a reativação de 10 desses leitos nos próximos dias

Com a desativação de 31 leitos de UTI próprios para COVID-19 pelo Estado, a cidade de Sete Lagoas atingiu nesta quarta-feira (16/12) 100% de ocupação das UTIS dedicadas a pacientes com o novo coronavírus. Os atuais 30 leitos se encontram em utilização por pessoas com a doença confirmada ou que aguardam o resultado do exame.

Num momento em que os casos confirmados estão em alta, a Secretaria Estadual de Saúde não respondeu o que levou à desativação de mais da metade dos leitos no município da Região Metropolitana.

Sete Lagoas, que tem mais de 230 mil habitantes, é cidade polo de uma região que atende a pelo menos 14 municípios menor porte no seu entorno, cujas prefeituras dependem do sistema de saúde sete-lagoano para dar assistência aos seus pacientes.

Dos 30 leitos de UTI ocupados na cidade, 19 são pacientes de Sete Lagoas e 11 de outras cidades: três de Santana de Pirapama, dois de Pompéu, e os demais de Abaeté, Maravilhas, Baldim, Caetanópolis, Cachoeira da Prata e Capim Branco.
O prefeito de Sete Lagoas, Duílio de Castro, anunciou nesta quarta-feira que 10 leitos de UTI devem ser inaugurados nos próximos dias. Disse ainda que uma parceria com o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião de Sete Lagoas (Cismisel), a ser assinado em breve, vai viabilizar a contratação de profissionais de saúde para atender aos internados por coronavírus.
O município atualmente está com vagas para técnicos de enfermagem na ala COVID do Hospital Municipal. Interessados devem enviar currículo para recrutamento.saude@setelagoas.mg.gov.br.
“Na próxima segunda-feira, pela manhã, teremos uma reunião junto às entidades de classe como ACI (Associação Comercial e Industrial), CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) e SindComércio, para que os comerciantes nos ajudem a conscientizar a população para as medidas de distanciamento e higiene”, antecipou Castro.
Atualmente, 54 pacientes se encontram hospitalizados na cidade por causas respiratórias. São 23 internações no Hospital Municipal (17 delas em UTI) e, no Hospital Nossa Senhora das Graças, 18 internações: 10 em enfermaria, cinco em UTI, dois em pediatria e um em maternidade.
Há ainda nove internações no Hospital da Unimed, cinco delas em UTI, e quatro na UPA, sendo três delas em UTI.

Casos confirmados

De acordo com o boletim epidemiológico municipal, divulgado nesta quarta-feira, houve um aumento de 1,5% nas notificações de novos casos suspeitos nas últimas 24 horas. Sete Lagoas chega a 1.419 pessoas em monitoramento, 1.889 com o acompanhamento concluído e 14.302 casos suspeitos descartados por exames.
Foram registrados neste período 122 novos casos positivos, sendo 62 mulheres e 60 homens, elevando o total de contaminados a 4.748 desde o início da pandemia. Entre eles, são 74 óbitos, 21 hospitalizados, 175 pessoas em isolamento domiciliar e 4.478 já curados.

Novo decreto

Para tentar conter o avanço da COVID-19 no município, a Prefeitura publicou novo decreto, na última segunda-feira, que volta a restringir o funcionamento de diversas atividades comerciais, transporte público e igrejas, além de ampliar a fiscalização da Guarda Municipal.
Além disso, a Vigilância Sanitária deu início nesta semana a uma blitz educativa em estabelecimentos comerciais da cidade. A próxima etapa de atuação terá caráter fiscalizatório e os lojistas que, após receberem orientações, forem flagrados em desacordo com a regras sanitárias poderão ser multados. Informações e orientações podem ser obtidas pelo telefone 3773-2234.
Redação RP

Redação RP

A Milts atua diretamente no desenvolvimento de seus próprios empreendimentos digitais e ainda na Criação de sites profissionais para os mais diversos segmentos, Atuamos também com marketing promocional

Comentar

Clique no post para comentar

*

code